29 de ago de 2008

Silêncio



silêncio do som
são silêncios
na contra-mão
silenciar as palavras
é contraversão

Um comentário:

DANILO disse...

Hummm, como é bom o barulho do silêncio...

Tão desprendida é tua poesia,tão leve...solta...que tranquiliza quem lê...

Sempre linda, linda, linda!!!!

Milhões de beijos do seu admirador indiscreto! UAHUAHUAHAUH

Dan.